Em entrevista ao portal JOTA, nossa sócia Mariana Capela Lombardi Moreto destacou os limites entre a liberdade de expressão e o cometimento de um crime em reportagem sobre o entendimento do Superior Tribunal de Justiça (STJ) de reverter decisão que condenava uma manicure por danos morais por um post em seu Facebook no qual criticava uma imobiliária.

“Com as redes sociais você pode expressar o seu descontentamento em relação a um serviço. Tem que tomar cuidado porque relatar o fato é uma coisa, ofender é outra”, afirmou Mariana.

Matéria completa disponível em https://bit.ly/2mj1XfT

Reconhecimentos